0800 777 2050
(34)
(34)99982-0644
(34)98400-8040
(34)99214-8470
(34)99870-1035(EMERGÊNCIA)
Ok
Vida Nova
Série Crescimento Espiritual - Vol. 8 - Sermão do Monte: 12 Estudos Para Desenvolvimento Individual ou em Grupo
veja mais fotos
Série Crescimento Espiritual - Vol. 8 - Sermão do Monte: 12 Estudos Para Desenvolvimento Individual ou em Grupo
Série Crescimento Espiritual - Vol. 8 - Sermão do Monte: 12 Estudos Para Desenvolvimento Individual ou em Grupo
Série Crescimento Espiritual - Vol. 8 - Sermão do Monte: 12 Estudos Para Desenvolvimento Individual ou em Grupo
Série Crescimento Espiritual - Vol. 8 - Sermão do Monte: 12 Estudos Para Desenvolvimento Individual ou em Grupo
Autor (es):
De: R$ 18,00
Por 3 x de:
R$ 5,33
ou em ate 6x no cartão
O que significa buscar em primeiro lugar o Reino em nossos relacionamentos, valores, ambições,finanças e compromisso com Deus.A resposta de Jesus para essas perguntas surpreendeu os ouvintes originais do Sermão do Monte.Neste guia de estudos, escrito por John Stott, autor de A mensagem do Sermão do Monte, Cristianismo básico e muitos outros títulos, você também se surpreenderá e será desafiado pelo maior sermão já pregado.
Páginas: 80
Peso: 0.084
Tamanho: 14 x 21
Edição: 2009
Volume: 1
isbn: 978-85-88315-89-1
Ano Lançamento: 2009

 


 


O que significa buscar em primeiro lugar o Reino em nossos relacionamentos, valores, ambições,finanças e compromisso com Deus.A resposta de Jesus para essas perguntas surpreendeu os ouvintes originais do Sermão do Monte.Neste guia de estudos, escrito por John Stott, autor de A mensagem do Sermão do Monte, Cristianismo básico e muitos outros títulos, você também se surpreenderá e será desafiado pelo maior sermão já pregado.




Sumário


Obtendo o máximo do Sermão do Monte.........................................5


1- Bênçãos inesperadas — Mateus 5.1-12........................................9


2- O jeito divino de fazer a diferença — Mateus 5.13-16....................12


3- A importância de obedecer à lei de Deus — Mateus 5.17-20...........15


4- O que há de errado com os pecados pessoais? — Mateus 5.21-30..19


5- Fidelidade no casamento e no falar — Mateus 5.31-37; 19.3-9.......22


6- Como amar os inimigos de verdade — Mateus 5.38-48..................26


7- Como não ser um religioso — Mateus 6.1-6, 16-18........................29


8- Um padrão para a oração dinâmica — Mateus 6.7-15.....................32


9- O que Deus pensa dos meus desejos — Mateus 6.19-34................35


10- Relacionamentos encorajadores — Mateus 7.1-12........................38


11- Detecção das mentiras de nosso mundo — Mateus 7.13-20...........41


12- Faça a escolha que valerá por toda a vida — Mateus 7.21-29.........45


Observações para o líder.................................................................48




Introdução


 




 


O Sermão do Monte, provavelmente, seja a parte mais conhecida dos ensinamentos de Jesus, mesmo sendo entendido por poucos e obedecido por um número ainda menor de pessoas. Trata-se de uma declaração semelhante a um manifesto, por ser a descrição pessoal do que ele desejava que seus seguidores fossem e realizassem. No Evangelho de Mateus, o Sermão encontra-se no início do ministério público de Jesus. Imediatamente após o batismo e a tentação, Jesus começou a anunciar as boas novas da iminência do Reino de Deus, prometido repetidamente na era do Antigo Testamento. Ele mesmo surgiu para inaugurá-lo. Com ele, iniciou-se um novo tempo, e o governo de Deus irrompeu na história: “Arrependam-se”, ele disse, “pois o Reino dos céus está próximo” (Mateus 4.17). Com efeito, “Jesus foi por toda a Galileia, ensinando nas sinagogas deles, pregando as boas novas do Reino” (Mateus 4.23). O Sermão do Monte, portanto, deve ser considerado nesse contexto. Ele apresenta o arrependimento (o termo grego significa a “mudança completa de mentalidade”) e a justiça pertencentes ao Reino. Ou seja, descreve a aparência da vida e da comunidade dos homens sob o gracioso governo de Deus. E com o que ele se parece? Com algo bastante diferente! Jesus afirmou que seus verdadeiros seguidores, os súditos do Reino de Deus, devem ser totalmente diferentes dos demais. Eles não deveriam seguir o exemplo das pessoas à sua volta, mas deveriam imitá-lo e, desse modo, provar sua identidade de filhos genuínos de seu Pai celestial. A meu ver, o textochave do Sermão do Monte é Mateus 6.8: “Não sejam iguais a eles”.  Ele remete, de imediato, às palavras de Deus a Israel, registradas em Levítico 18.3: “Não sigam as suas práticas”. Trata-se do mesmo chamado para ser diferente. E o tema é elaborado ao longo de todo o Sermão do Monte.O caráter deles (as bem-aventuranças) deveria distingui-los das pessoas admiradas pelo mundo. Deveriam brilhar como luzes prevalecentes na escuridão. Sua justiça deveria exceder a dos escribas e fariseus, tanto em relação ao comportamento ético como à devoção religiosa, e seu amor deveria ser maior e seus desejos mais nobres que os dos vizinhos pagãos.


 

Matricule-se Agora!
Selecione os cursos de sua opção:
Ao preencher este formulário declaro que li e concordo com a Política de privacidade e o contrato de prestação de serviço deste Web Site.