0800 777 2050
(34)
(34)99982-0644
(34)98400-8040
(34)99214-8470
(34)99870-1035(EMERGÊNCIA)
Ok
Vida Nova
Série Crescimento Espiritual - Vol. 15 - a Cruz: 13 Estudos Para Desenvolvimento Individual ou em Grupo
veja mais fotos
Série Crescimento Espiritual - Vol. 15 - a Cruz: 13 Estudos Para Desenvolvimento Individual ou em Grupo
Série Crescimento Espiritual - Vol. 15 - a Cruz: 13 Estudos Para Desenvolvimento Individual ou em Grupo
Série Crescimento Espiritual - Vol. 15 - a Cruz: 13 Estudos Para Desenvolvimento Individual ou em Grupo
Série Crescimento Espiritual - Vol. 15 - a Cruz: 13 Estudos Para Desenvolvimento Individual ou em Grupo
Autor (es):
De: R$ 18,00
Por 3 x de:
R$ 5,33
ou em ate 6x no cartão
A vida cristã também é enraizada na cruz. Os estudos deste guia têm o objetivo de nos levar ao âmago da cruz para entendermos o que foi alcançado ali em nosso favor. Nosso culto, nosso chamado a missões, nossa capacidade de amar os inimigos e de enfrentar as perplexidades do sofrimento ? a cruz transforma todas as coisas!John Stott foi pregador e comunicador da Bíblia conhecido mundialmente. Stott é autor de muitos livros, incluindo o guia de estudo do Sermão do monte , desta mesma série. Este estudo bíblico é baseado em seu livro A cruz de Cristo.
Páginas: 80
Peso: 0.088
Tamanho: 14 x 21
Edição: 2011
Volume: 1
isbn: 978-85-8038-012-5
Ano Lançamento: 2011

A vida cristã também é enraizada na cruz. Os estudos deste guia têm o objetivo de nos levar ao âmago da cruz para entendermos o que foi alcançado ali em nosso favor. Nosso culto, nosso chamado a missões, nossa capacidade de amar os inimigos e de enfrentar as perplexidades do sofrimento — a cruz transforma todas as coisas!John Stott foi pregador e comunicador da Bíblia conhecido mundialmente. Stott é autor de muitos livros, incluindo o guia de estudo do Sermão do monte , desta mesma série. Este estudo bíblico é baseado em seu livro A cruz de Cristo.





Sumário


Extrair o máximo de A cruz ........................................................... 5


1. A centralidade da cruz — Isaías 53 .............................................. 9


2. Por que Cristo morreu? — Mateus 27.11-26 ................................. 13


3. Veja além da superfície —  Marcos 14.12-26 ................................ 17


4. A questão do perdão —  Romanos 2.1-11 ................................... 21


5. Punição do pecado — Romanos 3.19-26 ..................................... 25


6. Resgatado por Deus — Hebreus 9.11-28 .................................... 29


7. Justificado — Tito 3.3-8 ............................................................ 33


8. A revelação de Deus — João 1.1-18 ........................................... 37


9. Triunfo sobre o mal — Colossenses 2.6-15 ................................. 41


10. A comunidade que celebra — 1Pedro 2.4-10 .............................. 45


11. Autoconhecimento e renúncia — Lucas 9.23-27; 12.22-34 ............ 49


12. Amar os inimigos — Romanos 12.9; 12.14-13.5 ......................... 52


13. Sofrimento e glória — Hebreus 4.14-16; 5.7-9 ............................ 55


Observações para o líder ............................................................... 58





Introdução


A centralidade da cruz


Desde a juventude de Cristo, na verdade, até mesmo a partir de seu nascimento, a cruz lança sua sombra adiante dele. A morte  de Cristo era essencial à sua missão. A igreja sempre reconheceu esta  verdade. O fato de a cruz tornar-se o símbolo do cristianismo e de os cristãos se recusarem com teimosia, apesar do escárnio, a descartá-la em lugar de algo menos ofensivo só tem uma explicação. Significa que a centralidade da cruz se originou na mente do próprio Jesus. Foi por lealdade ao Mestre e ao sofrimento que ele viveu que seus discípulos agarram-se tão obstinadamente a este emblema. Ela é nosso maravilhoso conforto em tempos de dificuldades.


DISCUSSÃO EM GRUPO: É comum as pessoas dizerem: 


“Se eu soubesse...”. Pense em um momento de grandes dificuldades em sua vida. Se você tivesse sabido como as coisas ficariam ruins, teria continuado com seus planos (pressupondo que você tivesse escolha)? Por quê?


REFLEXÃO PESSOAL: Quando uma situação aparentemente ruim acabou resultando em coisa boa para você ou algum conhecido?Jesus sabia que iria morrer, mas não no sentido que todos nós sabemos que iremos morrer um dia; ele tinha consciência de que sua morte seria violenta, prematura, mas com um propósito. Parece que Jesus recebeu a previsão mais clara de seus sofrimentos, e também subsequente glória, de Isaías 53. Com este capítulo, mais do que com  qualquer outro, Jesus ficou sabendo que a tarefa do Messias era sofrer Série crescimento espiritual 10 e morrer pelos pecados dos homens, e com isto, ser glorificado. A pessoa retratada nesses versículos é conhecida, desde a porção anterior  de Isaías (52.13), como o Servo. Leia Isaías 53.


1. Em sua opinião, qual é a experiência mais importante do Servo nesta passagem?


2. Em que o Servo aqui apresentado é semelhante à pessoa que você imagina quando pensa em Jesus Cristo?


3. Aparentemente o autor do texto acha que a mensagem não será aceita (v. 1). Por que essa imagem de Jesus é impensável e difícil de ser aceita?


4. De que maneira o Servo está em desacordo com as ideias dominantes de poder pessoal (v. 2,3)?


5. Que propósitos foram cumpridos pelo sofrimento do Servo (v. 4-6)?11 A Cruz


6. Que palavras Isaías usa para descrever os beneficiados pelo sofrimento do Servo (v. 4-6)?Isaías usa repetidas vezes os pronomes nós, nossas, nos (v. 2-6). Como você se vê neste texto?


7. Como Isaías muda a metáfora da ovelha entre os versículos 6 e 7?


8. O que é injusto sobre o destino do Servo?


9. O estado de espírito de Isaías muda nos versículos 10 a 12. A Questão 5 examinou os propósitos cumpridos pelo sofrimento do Servo. Como os versículos 10 a 12 expõem estes propósitos?


10. Como o Servo será vindicado no final?


11. Nós nos apegamos à obra da cruz como o centro da fé. Em sua opinião, qual é o cerne do cristianismo para a maioria das pessoas?


12. De que modo a cruz conforta você nas dificuldades?


13. Passe alguns minutos refletindo sobre a cruz de Cristo e este estudo. Como este estudo contestou ou confirmou sua opinião sobre o centro do cristianismo?


Agradeça a Jesus, o Servo Sofredor, por se humilhar e carregar seu pecado.




Agora ou mais tarde


Divida a turma em dois grupos e peça para lerem Isaías 53 responsivamente. Se preferir, leia você os versículos alternados ou divida cada versículo em duas partes.Faça a seguinte pergunta às a pessoas de dentro e de fora de sua igreja: “Em sua opinião, qual é o cerne do cristianismo?”. Compile as respostas e apresente-as ao grupo na próxima reunião. Observe com que frequência (ou infrequência) a resposta é: “A cruz de Cristo” ou algo parecido.



 


Matricule-se Agora!
Selecione os cursos de sua opção:
Ao preencher este formulário declaro que li e concordo com a Política de privacidade e o contrato de prestação de serviço deste Web Site.