0800 777 2050
(34)
(34)99982-0644
(34)98400-8040
(34)99214-8470
(34)99870-1035(EMERGÊNCIA)
Ok
Vida Nova
Jesus dos Evangelhos: Mito ou Realidade?, o
veja mais fotos
Jesus dos Evangelhos: Mito ou Realidade?, o
Jesus dos Evangelhos: Mito ou Realidade?, o
Jesus dos Evangelhos: Mito ou Realidade?, o
Jesus dos Evangelhos: Mito ou Realidade?, o
Autor (es):
De: R$ 53,82
Por 3 x de:
R$ 15,95
ou em ate 6x no cartão
O Jesus que andou pelas ruas de Nazaré é o mesmo Jesus a quem os Evangelhos atribuem milagres e divindade? Os cristãos podem legitimamente afirmar que se trata realmente da mesma pessoa? Em suma, quem é o "verdadeiro Jesus"?Este livro é a primeira tentativa de diálogo entre conservadores e liberais em torno do Jesus histórico, tomando por base um debate recente entre John Dominic Crossan, ex-codiretor do Jesus Seminar [Seminário Jesus], e o evangélico conservador William Lane Craig. Na busca por se manter imparcial em sua apresentação do debate habilmente moderado por William F. Buckley Jr., a obra apresenta ainda a reflexão de quatro especialistas no assunto: Robert Miller e Marcus Borg, que representam o Seminário Jesus, e Craig Blomberg e Ben Witherington III, que oferecem as respostas conservadoras.
Páginas: 224
Peso: 0.272
Tamanho: 14 x 21
Edição: 2012
Volume: 1
isbn: 978-85-275-0481-2
Ano Lançamento: 2012

O VERDADEIRO JESUS QUEIRA, POR FAVOR, FICAR DE PÉ!

O Jesus que andou pelas ruas de Nazaré é o mesmo Jesus a quem os Evangelhos atribuem milagres e divindade? Os cristãos podem legitimamente afirmar que se trata realmente da mesma pessoa? Em suma, quem é o “verdadeiro Jesus”?Este livro é a primeira tentativa de diálogo entre conservadores e liberais em torno do Jesus histórico, tomando por base um debate recente entre John Dominic Crossan, ex-codiretor do Jesus Seminar [Seminário Jesus], e o evangélico conservador William Lane Craig. Na busca por se manter imparcial em sua apresentação do debate habilmente moderado por William F. Buckley Jr., a obra apresenta ainda a reflexão de quatro especialistas no assunto: Robert Miller e Marcus Borg, que representam o Seminário Jesus, e Craig Blomberg e Ben Witherington III, que oferecem as respostas conservadoras.





SUMÁRIO


Agradecimentos ....................................................................... 00 7


Introdução................................................................................00 9


Primeira parte — O debate


Sobre os participantes ...................................................... 025


1.Introdução ao debate, William F. Buckley Jr. ..................... 027


2.Discursos de abertura, William Lane Craig e


John Dominic Crossan ....................................................... 029


3.Réplica de William Lane Craig ......................................... 047


4.Réplica de John Dominic Crossan ...................................... 053


5.Diálogo, William F. Buckley Jr.,


John Dominic Crossan e William Lane Craig ...................... 057


6.Pronunciamentos finais, William Lane Craig, John Dominic Crossan e William F. Buckley Jr..................... 081


Segunda parte — Respostas e reflexões finais


7. Respostas O que os relatos de ressurreição podem provar?


Robert J. Miller.................................................................. 0896 | O JESUS DOS EVANGELHOS: MITO OU REALIDADE?


O Jesus da história e o Cristo da fé: harmonia


ou conflito? Craig L. Blomberg.......................................... 115


A irrelevância do túmulo vazio,


Marcus Borg ...................................................................... 137


Ressurreição, o retorno


Bem Witherington iii.......................................................... 151


8.Reflexões finais


Reflexões sobre o debate


John Dominic Crossan........................................................ 171


A ressurreição e o verdadeiro Jesus


William Lane Craig........................................................... 182


Bibliografia ........................................................................... 211


 




INTRODUÇÃO





O Credo niceno afirma:Cremos em um só Deus, Pai, Todo-Poderoso,Criador do céu e da terra, de todas as coisas, visíveis e invisíveis.Cremos em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho unigênito de Deus,gerado do Pai antes de todos os séculos, Deus de Deus, Luz da luz,verdadeiro Deus de verdadeiro Deus, gerado, não criado,de uma só substância com o Pai.Por ele todas as coisas foram feitas [...]pelo poder do Espírito Santo se encarnou,no seio da Virgem Maria,e se fez homem.Por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos;padeceu a morte e foi sepultado.Ressuscitou dos mortos ao terceiro dia, conforme as Escrituras;e subiu aos céus, onde está assentado à direita do Pai.Como devemos entender esse credo que, em si, é uma tentativade expressar o cerne da fé cristã — o “cristianismo puro e simples”,como disse C. S. Lewis? O nascimento virginal e a encarnação (“se encarnou, no seio da Virgem Maria”), a crucificação de Jesus (“Por nós foi crucificado”) e a ressurreição física (“Ressuscitou dos mortos ao terceiro dia”) devem todos ser considerados fatos realmente históricos, ocorridos no espaço-tempo? Ou são de algum modo mitológicos ou metafóricos, por expressarem verdades mais profundas e supra-históricas? Em sua obra Metaphor of God incarnate [A metá­fora do Deus encarnado], John Hick, filósofo da religião, recomenda a segunda abordagem. Somente tal visão faz sentido à luz da nova10 | O JESUS DOS EVANGELHOS: MITO OU REALIDADE?consciência global, o que deve despertar em nós uma consciência sensível a outras crenças e culturas.Desse modo, devemos falar de encarnação somente no sentido de que Jesus, em sua acessibilidade e receptividade à vontade de Deus, encarnou o amor divino por meio de seu próprio amor altruísta.


 




Endosso





“Este livro é uma obra-prima, e não digo isso de modo leviano. Desde que Octavius Winslow escreveu sua magnífica obra Personal Declension and Revival of Religion in the Soul, em 1841, pouco se escreveu sobre o tema vital do processo de se desviar dos caminhos de Deus, para o qual todo cristão é inclinado e do qual todo filho de Deus precisa de libertação. Esta excelente obra, tão proveitosamente temperada com citações dos puritanos, deve ser lida várias vezes. Recomendo-a vividamente.”Martin Holdt, Pastor, Emmanuel Baptist Church, Johanesburgo, África do Sul; editor da Reformation Africa South




“Solidamente escrito na veia dos antigos clássicos sobre o tema por autores como Richard Sibbes e Andrew Fulller, esta nova obra do dr. Beeke oferece uma abordagem útil para o que é um problema perene para a igreja. Isso porque inevitavelmente há feridos na guerra espiritual na qual estamos envolvidos, e esta obra apresenta o melhor meio de trazer bálsamo e cura para sua alma. Altamente recomendada.”Michael Haykin, escritor; Professor de História da Igreja e Espiritualidade Bíblica; Diretor do The Andrew Fuller Center para Estudos Batistas, The Southern Baptist Theological Seminary




“Esta obra traz um tratamento completo sobre o difícil assunto do processo de se desviar dos caminhos do Senhor. Contém todas as características clássicas dos escritos de Joel Beeke: é completamente bíblico, calorosamente pastoral, repleto do melhor da sabedoria puritana e relevante para todos os cristãos. Qualquer um de nós pode abandonar a corrida; Joel Beeke nos ajudará a evitar que isso aconteça, mostrando por que este processo acontece e como ele pode ser superado. Que este livro nos ajude a permanecer no percurso todo o caminho até a linha de chegada!”Iain D. Campbell, Ministro, Point Free Church; Moderador 2012, Assembleia Geral da Free Church of Scotland




“A força e a beleza desta obra está no fato de que a clareza característica de Joel Beeke, sua fidelidade bíblica, o cuidado inabalável com os detalhes e a sabedoria pastoral ficam evidentes em cada página. Este livro é uma exposição honesta e por vezes arrepiante da gravidade do processo de se desviar dos caminhos de Deus e, ao mesmo tempo, respira infalivelmente o ar da graça e da esperança. Oportuno e sensato, é um livro para ler e reler.”Derek W. H. Thomas, Ministro de Pregação e Ensino,Primeira Igreja Presbiteriana, Columbia, SC; Ilustre Professor Visitante de Teologia Sistemática e Histórica, Seminário Teológico Reformado; Diretor Editorial da Alliance of Confessing Evangelicals




“‘Não se contente em ser alguém insignificante espiritualmente’, argumenta o dr. Beeke. É uma pena que muitos cristãos estejam optando por níveis insignificantes de graça. O pecado que habita em nós arrasta o cristão desavisado para o caminho da culpa e do afastamento de Deus. Este livro é uma receita para o cristão que sente essa culpa. Ele encontrará aqui os remédios da Bíblia aliados a citações cuidadosamente selecionadas dos grandes puritanos, verdadeiras fontes de cura para os santos que se desviaram dos caminhos de Deus.”Maurice Roberts, Pastor da Congregação Greyfriars, Inverness,Escócia; ex-diretor da revista Banner of Truth




“Mais uma vez, cristãos jovens e idosos estão em dívida com Joel Beeke. Ouvimos muito pouco a respeito do assunto sobre o qual o dr. Beeke escreve com clareza bíblica e visão teológica, mas sempre com um coração de pastor. Até mesmo os cristãos mais bem instruídos podem perceber seu coração esfriando e seu zelo pela honra de Cristo enfraquecendo. O dr. Beeke expõe-nos as razões pelas quais esse processo acontece e como Deus em sua graça mapeia para nós o caminho de volta para a saúde espiritual. Este é um livro para todos os cristãos, certamente não só para aqueles que estão no triste estado de afastamento. Prevenir é sempre melhor do que remediar. Passagens bíblicas relevantes são abundantes e citações cuidadosamente selecionadas da história da igreja iluminam o texto. Eis um livro que todo cristão deveria ler e todo pastor deveria recomendar.”Ian Hamilton, Pastor, Igreja Presbiteriana de Cambridge, Cambridge, Inglaterra


 

Matricule-se Agora!
Selecione os cursos de sua opção:
Ao preencher este formulário declaro que li e concordo com a Política de privacidade e o contrato de prestação de serviço deste Web Site.