0800 777 2050
(34)
(34)99982-0644
(34)98400-8040
(34)99214-8470
(34)99870-1035(EMERGÊNCIA)
Ok
Vida Nova
Graça Futura: o Caminho Para Prevalecer Sobre as Promessas Enganosas do Pecado
veja mais fotos
Graça Futura: o Caminho Para Prevalecer Sobre as Promessas Enganosas do Pecado
Graça Futura: o Caminho Para Prevalecer Sobre as Promessas Enganosas do Pecado
Graça Futura: o Caminho Para Prevalecer Sobre as Promessas Enganosas do Pecado
Graça Futura: o Caminho Para Prevalecer Sobre as Promessas Enganosas do Pecado
Autor (es):
De: R$ 80,82
Por 3 x de:
R$ 23,95
ou em ate 6x no cartão
O propósito do pastor Piper ao escrever este livro é revitalizar o decadente cristianismo que só conhece a graça barata e a fé barata. Impregnado da Bíblia, embebido de Deus, profundamente evangélico e apaixonadamente humano, Piper preenche as dimensões esquecidas da fé ? esperança e contentamento, estabilidade e santidade, a apreciação de Deus e o louvor a ele ? com mão de mestre. Este é um livro rico e sábio, um livro para ser apreciado e relido.
Páginas: 384
Peso: 0.540
Tamanho: 16 x 23
Edição: 2009
Volume: 1
isbn: 978-85-88315-83-9
Ano Lançamento: 2009

O propósito do pastor Piper ao escrever este livro é revitalizar o decadente cristianismo que só conhece a graça barata e a fé barata. Impregnado da Bíblia, embebido de Deus, profundamente evangélico e apaixonadamente humano, Piper preenche as dimensões esquecidas da fé — esperança e contentamento, estabilidade e santidade, a apreciação de Deus e o louvor a ele — com mão de mestre. Este é um livro rico e sábio, um livro para ser apreciado e relido.





Préfacio


A ética do devedor: Devemos


tentar restituir a Deus?




O  QUE É GRATIDÃO?Como a maioria das coisas preciosas, a gratidão é vulnerável. Com facilidadeesquecemos que a gratidão existe porque às vezes as coisas nos vêm “grátis” —sem preço ou pagamento. Quando isso acontece, devemos manter um sentimento agradável do valor do que recebemos e da bondade por trás disso. Essesentimento agradável é o que chamamos gratidão. Em seguida, surgindo espontaneamente desse sentimento agradável, vêm expressões de prazer. Sentimo-nos constrangidos a reconhecer com alegria o presente e a bondade por trás dele, e a expressar como nos sentimos bem sobre o presente e o coração do doador.A gratidão corresponde à graça (“grátis”). Isso é verdade mesmo quando nos sentimos gratos por algo pelo que pagamos. Sentimos que o que compramos poderia ter sido frustrante apesar de termos o dinheiro para comprá-lo; ou talvez poderia não ter estado em tão boas condições; ou talvez poderia não ter sido exatamente o que queríamos; ou alguém poderia tê-lo comprado antes de nós; ou a transação poderia ter sido áspera; ou o tempo talvez poderia não ter sido o ideal para o uso; ou o preço poderia ter subido já depois que o compramos.Em outras palavras, a gratidão não é o sentimento de que fomos espertos na forma como obtivemos as coisas. É a emoção que surge alegremente em reação a algo“grátis”, mesmo nas nossas compras.O  NASCEDOURO DA ÉTICA DO DEVEDOR Mas exatamente nesse ponto espreita um perigo. Há um impulso no coração humano caído — no coração de todos nós — para esquecer que a gratidão é uma reação espontânea de alegria quando se recebe algo mais valioso do que pagamos. Quando esquecemos isso, começa a ocorrer o abuso e a distorção da gratidão, como o impulso de pagar justamente pela coisa que nos veio “grátis”.Esse momento terrível é o nascedouro da “ética do devedor”.






Sumário



PREFÁCIO ................................................................................................7


INTRODUÇÃO 1: Por que e como este livro foi escrito ...................................11


INTRODUÇÃO 2: Para teólogos ..................................................................23


I. UM ADVERSÁRIO DA FÉ NA GRAÇA FUTURA ...............................................31


CAPÍTULO 1: A ética do devedor: Devemos tentar restituir a Deus? ................33


CAPÍTULO 2: Quando a gratidão não funciona bem ......................................43


CAPÍTULO 3: Como aplicar o poder purificador .............................................53


Fé na graça futura versus ansiedade


II. GRAÇA GRATUITA E FUTURA .................................................................65


CAPÍTULO 4: A vida que resta é graça futura ..............................................67


CAPÍTULO 5: O mais gratuito de todos os atos de Deus ...............................77


CAPÍTULO 6: Como aplicar o poder purificador ............................................87


Fé na graça futura versus orgulho


III. O LUGAR ESSENCIAL DA GRAÇA PASSADA ..............................................101


CAPÍTULO 7: Olhando para trás em favor do futuro......................................103


CAPÍTULO 8: A sólida lógica do céu ...........................................................111


CAPÍTULO 9: Quatro pilares de uma promessa preciosa ...............................119


CAPÍTULO 10: Como aplicar o poder purificador ...........................................129


Fé na graça futura versus vergonha inapropriada



IV. JANELAS PARA AS OBRAS DA FÉ .......................................................139


CAPÍTULO 11: Um caso de amor com a lei de Deus ................................141


CAPÍTULO 12: “Porei a minha lei no íntimo deles” ..................................153


CAPÍTULO 13: Como aplicar o poder purificador  .....................................165


Fé na graça futura versus impaciência


V. A NATUREZA DA FÉ NA GRAÇA FUTURA .................................................177


CAPÍTULO 14: O que protege a glória da graça soberana de Deus ..............179


CAPÍTULO 15: Um antegosto de beleza espiritual .....................................191


CAPÍTULO 16: Satisfeitos com tudo que Deus é para nós em Jesus ............203


CAPÍTULO 17: Como aplicar o poder purificador ........................................211


Fé na graça futura versus cobiça


VI. GRAÇA FUTURA IMERECIDA E CONDICIONAL .......................................221


CAPÍTULO 18: Como confiar em promessas condicionais ..........................223


CAPÍTULO 19: Quantas condições há? ....................................................231


CAPÍTULO 20: O que somente a fé pode realizar .....................................243


CAPÍTULO 21: Como aplicar o poder purificador .......................................253


Fé na graça futura versus amargura


VII. O PODER SANTIFICADOR DA FÉ NA GRAÇA FUTURA ............................265


CAPÍTULO 22: Criando o amor na fábrica do desejo .................................267


CAPÍTULO 23: Amando o ministério mais que a vida ................................277


CAPÍTULO 24: Como aplicar o poder purificador .......................................289


Fé na graça futura versus desânimo


VIII. A BATALHA CONTRA A INCREDULIDADE NA GRAÇA FUTURA ................299


CAPÍTULO 25: A batalha é tão fácil quanto deixar cair uma noz ................301


CAPÍTULO 26: O pecado é pior que Satanás ...........................................309


CAPÍTULO 27: Como aplicar o poder purificador .......................................317


Fé na graça futura versus lascívia


IX. A FINALIDADE DA GRAÇA FUTURA ......................................................327


CAPÍTULO 28: A graça futura de sofrer ....................................................329


CAPÍTULO 29: A graça futura no morrer ...................................................339


CAPÍTULO 30: O renascimento da criação ................................................355


X. ANSIANDO POR DEUS E VIVENDO PELA FÉ .............................................367


CAPÍTULO 31: A dívida que tenho com Jonathan Edwards ........................ 369



 



Matricule-se Agora!
Selecione os cursos de sua opção:
Ao preencher este formulário declaro que li e concordo com a Política de privacidade e o contrato de prestação de serviço deste Web Site.