0800 777 2050
(34)
(34)99982-0644
(34)98400-8040
(34)99214-8470
(34)99870-1035(EMERGÊNCIA)
Ok
Vida Nova
Deus, a Liberdade e o mal
veja mais fotos
Deus, a Liberdade e o mal
Deus, a Liberdade e o mal
Deus, a Liberdade e o mal
Deus, a Liberdade e o mal
Autor (es):
De: R$ 46,62
Por 3 x de:
R$ 13,81
ou em ate 6x no cartão
Deus, a liberdade e o mal é, sem sombra de dúvida, uma das principais obras de filosofia da religião escritas no século XX. Neste livro, Plantinga analisa os principais argumentos a favor da existência de Deus, bem como a sua relação com o problema do mal e do livre-arbítrio. Vale a pena mencionar que esta é a primeira obra de Plantinga publicada em português.
Embora seja um texto de filosofia da religião, o livro que o leitor tem em mãos não é direcionado apenas a filósofos da religião. Como o próprio autor faz questão de mencionar, esta obra foi escrita principalmente para o leitor comum, o teólogo e o principiante em filosofia. A intenção de Plantinga é mostrar, da forma mais clara e didática possível, que a existência de Deus e do mal não implicam uma contradição.
Título Original: God, Freedom, and Evil
Páginas: 144
Peso: 0.189
Tamanho: 14 x 21
Edição: 2012
Volume: 1
isbn: 978-85-275-0511-6
Ano Lançamento: 2012

 



Deus,a liberdade e o mal é, sem sombra de dúvida, uma das principais obras de filosofia da religião escritas no século XX. Neste livro, Plantinga analisa os principais argumentos a favor da existência de Deus, bem como a sua relação com o problema do mal e do livre-arbítrio. Vale a pena mencionar que esta é a primeira obra de Plantinga publicada em português.Embora seja um texto de filosofia da religião, o livro que o leitor tem em mãos não é direcionado apenas a filósofos da religião. Como o próprio autor faz questão de mencionar, esta obra foi escrita principalmente para o leitor comum, o teólogo e o principiante em filosofia.A intenção de Plantinga é mostrar, da forma mais clara e didática possível, que a existência de Deus e do mal não implicam uma contradição.




Sumário




Prefácio à edição em português............................................009


Introdução................................................................013


Parte I  ATEOLOGIA NATURAL ...............................................017


a.O problema do mal ......................................................019


01. Eis a questão: por que Deus permite o mal? ...........................022


02. O teísta contradiz-se?................................................024


03. Podemos mostrar que não há aqui inconsistência? ......................039


04. A defesa do livre-arbítrio ...........................................045


05. Tinha Deus poder para criar qualquer mundo


possível que lhe aprouvesse?..............................................051


06. Poderia Deus ter criado um mundo com


bem moral, mas sem mal moral? ............................................063


07. Depravação transmundial e essência ...................................067


08. A defesa do livre-arbítrio vindicada .................................073


09. É a existência de Deus compatível com a


quantidade de mal moral que há no mundo?..................................074


10. É a existência de Deus compatível


com o mal “natural”? .....................................................077


11. A existência do mal torna improvável


que Deus exista?.........................................................079


b. Outros argumentos ateológicos ........................................085


Parte II     TEOLOGIA NATURAL ...........................................095


a.O argumento cosmológico ...............................................097


b.O argumento teleológico ...............................................103


c.O argumento ontológico ................................................109


01.A objeção de Gaunilo..................................................113


02.A resposta de Anselmo.................................................115


03.A objeção de Kant.....................................................117


04.A irrelevância da objeção de Kant.....................................123


05.O argumento reformulado ..............................................124


06.A falha fatal.........................................................127


07.Uma versão modal do argumento ........................................131


08.A falha importuna.....................................................132


09.O argumento reformulado ..............................................135


10.O argumento triunfante ...............................................138






introdução


Este livro discute e exemplifica a filosofia da religião, ou seja, a reflexão filosófica sobre temas centrais da religião. A reflexão filosófica sobre esses temas (que não difere muito do simples pensamento árduo) tem uma história longa: remonta pelo menos ao séc. v a.C.,quando alguns gregos pensaram longa e arduamente sobre a religião que haviam recebido dos seus antecessores. Na era cristã, essa reflexão filosófica começa no primeiro ou segundo século com os pais da igreja primitiva, ou com a “Patrística”, como também é conhecida;tem continuado desde então.O coração de muitas das grandes religiões cristianismo, judaísmo, islamismo, por exemplo é a crença em Deus. Claro que essas religiões religiões teístas diferem entre si quanto ao modo de conceber Deus. A tradição cristã, por exemplo, dá ênfase ao amor e à benevolência de Deus; na perspectiva islâmica, por outro lado,Deus tem um caráter um tanto mais arbitrário. Entre os teólogos alegadamente cristãos também há ultrassofisticados que proclamam libertar o cristianismo da crença em Deus, procurando substituí-la pela confiança no “Ser em si” ou no “Fundamento do Ser”, ou algo parecido. Todavia, continua a ser em grande parte verdadeiro que a


crença em Deus é o fundamento dessas grandes religiões.Ora, a crença em Deus não é o mesmo que acreditar que Deus


existe, ou que há algo como Deus. Acreditar que Deus existe é aceitar simplesmente uma proposição de um dado gênero uma proposição que afirma que há um ser pessoal que, digamos, sempre existiu desde a eternidade, é todo-poderoso, perfeitamente sábio, perfeitamente.



 

Matricule-se Agora!
Selecione os cursos de sua opção:
Ao preencher este formulário declaro que li e concordo com a Política de privacidade e o contrato de prestação de serviço deste Web Site.